Diga não a Internet Fixa


A Proteste lançou uma petição online contra o uso de franquia de dados na internet fixa. Como ressalta a entidade de defesa dos consumidores, a mobilização reforça protestos contra a prática das operadoras de estenderem às conexões fixas os limites de downloads.











Proteste já entrou com uma ação judicial para impedir as operadoras de limitarem o acesso à Internet por meio de uma franquia, tanto em celular, tablets e outros dispositivos móveis quanto em conexões fixas.

Na ação foi pedida liminar contra as operadoras Vivo, Oi, Claro, TIM, e NET para que elas não possam comercializar novos planos com previsão de bloqueio à conexão no fim da franquia do 3G e da internet fixa.

E também para que sejam obrigadas a adequar suas práticas na contratação do serviço de conexão à internet aos termos do Marco Civil.

Paralelamente, um abaixo assinado também online, via Avaaz, ao acessar a página do abaixo-assinado, é possível ver que mais de 1,6 milhão de pessoas deixaram registrada a sua insatisfação com as medidas propostas pelas operadoras. A meta é alcançar 1,8 milhão de assinaturas, e, a julgar pelo ritmo em que o contador se move, acreditamos que não vai demorar muito para que isso aconteça.